O tratamento contra o crack é uma luta que todos podem vencer, mas infelizmente, conforme estatísticas, somente um terço dos internados se recuperam. Para conseguir vencer essa luta, precisa-se de muita boa vontade do dependente junto com o apoio da família.

As nossas UNIDADES oferecem o apoio necessário dos profissionais para que o dependente consiga se recuperar e absorver o tratamento.

 

Efeitos do Crack

Por ser estimulante, a droga ocasiona dependência física e, posteriormente, a morte por sua terrível ação sobre o sistema nervoso central e cardíaco. Se inalado junto com o álcool, o crack aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial o que pode levar a resultados letais.

Devido à sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas, suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitos psicológicos são euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima.

Tratamento

O tratamento contra o crack nas nossas UNIDADESconsiste em cinco etapas:

1. Identificação: Avaliação de riscos (suicídio, overdose), clínica, motivacional (paciente deseja parar?) e neuropsicológica.

2. Desintoxicação: Envolve uso de remédios para conter a abstinência e doenças associadas.

3. Testes de monitoramento: Testes de drogas (urina e cabelo) são usados para avaliar a boa evolução do tratamento.

4. Intervenções psicossociais: Ocorre com treinamento de habilidades sociais, prevenção da recaída e abordagens com a família.

5. Manutenção: adoção de diversas estratégias voltadas para a pessoa não retornar ao vício.